Osterkamp

Porque sinto dor no corpo ao trabalhar?

A dor é um dos sentidos do nosso corpo. Além dos famosos 5 sentidos nós possuímos muitos outros, todos igualmente importantes, como fome, sede, falta de ar, frio, equilíbrio, etc. Todos eles servem para nos dar informações de que algo pode não estar como deveria, e que devemos tomar uma atitude, seja comer, beber, descansar ou se agasalhar. Porque sinto dor no corpo ao trabalhar?

Porém, desta maneira, a dor se torna um sentido diferente dos outros, pois é um dos poucos estímulos que nos diz que algo está errado. Entretanto não nos diz o que devemos fazer. A não ser que estejamos mal sentados ou que tenhamos pisado em uma tachinha, se sentimos uma dor muscular por exemplo, sabemos que deveríamos fazer algo mas não exatamente o que.

Excluindo causas de dor traumáticas como contusões, quedas e batidas, não é de maneira alguma raro que no final de nossos dias de trabalho estejamos sentindo alguma dor muscular em alguma parte do nosso corpo, não é mesmo?  E, imediatamente pensamos, talvez tenha forçado de mais, ou acho que fiquei muito tempo na mesma posição, ou ainda, devo ter feito mais força do que deveria em algum determinado momento do dia.

Porque sinto dor no corpo ao trabalhar?

Em primeiro lugar precisamos pensar como o ser humano se tornou o que é hoje. Antes um animal extremamente adaptado e capaz de diversas funções diferentes, que exigiam capacidades distintas com movimentos associados, que demandavam fisicamente do corpo como um todo. Hoje em dia, nos tornamos extremamente especializados em funções específicas, que tornam nosso corpo uma ferramenta de determinado movimento por horas a fio. Aqui se percebe que muitas vezes um trabalho intelectual com pouco impacto de desgaste muscular e uma manutenção da mesma postura por longos períodos, consegue gerar mais dores do que jornadas de trabalho braçal.

Nossos músculos contraem de diversas maneiras para gerar os movimentos que exigimos deles durante o dia a dia, sendo uma utilização mais saudável das mesmas contrações e relaxamentos alternados de grupos musculares diversos, garantindo um fluxo sanguíneo do corpo coeso e uma utilização de nossas amplitudes saudáveis, algo que não acontece horas a fio sentado em frente a um computador por exemplo, onde nossos músculos realizam contrações musculares mais leves porém por longas horas sem um repouso ou alternância de contração, tornando difícil o acesso do músculo à componentes necessários ao seu bom funcionamento, como água e sais minerais. Músculos dessa maneira desnutridos, acabam por perder força e geram espasmos ou contraturas, que seriam pontos musculares sensíveis trazendo dor ou desconforto.

Como posso mudar isso?

Profissional trabalhando dor no corpo

O corpo é uma máquina que se recupera e regenera com o movimento. Embora adicionar uma rotina de exercício no dia a dia traga um impacto positivo, também é importante atuar na causa do problema, se no caso for a sobrecarga de trabalho. A divisão de tarefas no computador com pequenos intervalos para se mexer, sair da cadeira, dar uma caminhada são de extrema importância, por mais curtos que sejam, vão gerar movimentos saudáveis nos músculos tentando restabelecer um aporte saudável de água e sais minerais, reduzindo as dores no final do dia.

O trabalho é uma realidade necessária da vida moderna, porém seu sintoma doloroso não precisa ser. É importante compreender que temos a capacidade de realizar quaisquer tarefas em nosso dia a dia, mas a melhor maneira de realizar a mesma sempre, é utilizando da melhor maneira nossa ferramenta mais importante, nosso próprio corpo.

Assinatura William Osterkamp Reabilitando Limites

Deixe um comentário.

Sobre Nós

O corpo humano não se acostuma em ficar parado. Independentemente de sua limitação, nosso corpo é feito para se movimentar. Tornar isso possível é o trabalho da Osterkamp.

Instagram
The access_token provided is invalid.
Siga-nos